Logo Fundo Branco (500 px × 200 px)

Um lugar para você se desenvolver

BLOG

O que são equipes de Alta Performance

equipe de alta performance
Compartilhe em suas redes:

A imagem acima é do Atletismo nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016 — Revezamento 4×100 masculino. Ou seja, foi nesta prova que vi uma das equipes de alta performance mais vencedora dos jogos. Com isso foi possível ver a equipe da Jamaica, que já havia batido o recorde mundial nas Olimpíadas de 2012 e  2016 levarem o outro novamente.

Vemos que ocorrem nas empresas mudanças o tempo todo, isso se tornou o novo normal. Com isso temos um ambiente muito dinâmico tanto nos quesitos alvos, metas, diretivas de produto. Assim como o turnover de membros da equipe, promoção de outros membros, a chegada de pessoas novas e também a mudança de líderes nas equipes. Com isso as equipes tendem a se tornarem inconstantes tendo raros momentos de alta performance.

Por exemplo, uma simples mudança de um membro da equipe performática, pode fazê-la regredir no trabalho em equipe que a levou a ser alta performance.

Porém, o que é uma equipe de alta performance e por que é tão difícil encontrá-las, se sou membro de uma equipe, ou a lidero, como alcançar este estado? Como evitar que minha equipe deixe de ser performática?

 

O que são equipes de Alta Performance?

“Construção de Equipes de Alto Desempenho”, Finamor 2015

Em suma, creio muito nisto, que uma equipe de alta performance é composta de pessoas que fazem com um alto nível de capacidade as suas atividades do dia a dia e são membros motivados a cooperar para o sucesso dessa equipe.

 

Construção de Equipes de Alto Desempenho

Autores: Ana Ligia Nunes FinamorFlávio Rodrigues CostaMarco Antonio Fernandes CardosoNeisa Maria Martins Da Cunha

Sinopse: Criar equipes de alto desempenho é um desafio constante, pois envolve uma série de fatores dinâmicos e inter-relacionados, como: comunicação, percepção, feedback, diversidade, competências e motivação, entre outros. O assunto é motivante, e a superação é sempre o foco para quem busca algo mais e tem determinação para isso. O objetivo dos autores é mostrar como podemos melhorar a performance das organizações por meio de equipes coesas, maduras, que apresentam um alto desempenho.

Competência x Motivação

Equipes de alta performance: Motivação x Competência

Primeiro ponto para se entender como formar uma equipe de alta performance é ver um pouco do que a teoria da liderança situacional traz. Vemos que ela diz que cada pessoa possui competências e motivações.

Equipes de Alta Performance: Competência:

Competência é a capacidade de uma pessoa de fazer algo. Por exemplo, ao pegar uma competência de um desenvolvedor, de escrever código em uma linguagem, ele pode ser ótimo naquilo, ou pode estar aprendendo os primeiros passos. Ou seja, conforme o nível de CHA (Conhecimento, Habilidade e Atitude) que ele tem baixa ou alta é a competência dele.

Equipes de Alta Performance: Motivação 

A motivação já está ligada à vontade ou energia que a pessoa coloca para conduzir aquela atividade. Ou seja, o desenvolvedor pode ser ótimo para fazer a sua tarefa, porém pode estar muito desmotivado por ter que fazê-la. Por exemplo, tarefas como apenas correções de bugs, trabalhar com coisas rotineiras de mais, ou por outros motivos, como não perceber que está tendo o devido reconhecimento na equipe ou empresa, ou algum assunto pessoal, ou mesmo uma fase da vida.

Concluímos que quando se entende estes dois conceitos e os unimos podemos então entender Finamor quando disse que uma equipe de alta performance “é formada por pessoas com alto nível de motivação e com alta competência técnica”. Ou seja equipes auto gerenciáveis precisam ter este conceito em mente para buscarem sempre para que seus membros estejam com alta motivação e alta capacitação.

Conclusão

Contudo, apesar da teoria focar muito no líder e como ele deve agir para cada encontro destes quatro elementos, Alta/Baixa Competência, Alta/Baixa Motivação. Concluo que esta abordagem é muito gestão 2.0  que coloca o líder como uma ser especial que é o responsável único pelo sucesso ou fracasso da equipe.

Todavia entendo que o conceito é verdadeiro, porém, não só o líder deve se preocupar com ele, mas todo o time. Entretanto, ainda assim dou uma colher de chá para os líderes, pois nem toda equipe chegou em um nível de maturidade de autogestão tão grande para pensar nestas coisas. Talvez é aí onde o líder pode agir, ajudando a equipe a perceber esses pontos e tratá-los, não o ele sozinho, mas em equipe.

Resumindo, para a equipe conseguir alcançar o estágio de alta performance, o ideal é que ela comece a se concentrar em manter as competências técnicas e motivação sempre altas de todos os membros da equipe (quem disse que seria fácil rsrs).

Quer criar equipes de alta performance veja mais nos conteúdos abaixo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próximos Treinamentos

Posts Recentes

Tarcísio no fundo preto

Sou apaixonado por tecnologia e gestão de pessoas

Contribuir no desenvolvimento delas é o meu propósito, onde faço tanto no meu dia a dia no trabalho quanto nos Workshops de Management 3.0 e aqui na Agile Leader Academy.

Fique ligado